terça-feira, 13 de outubro de 2009

Angariação de Melancias

Marco Fortes deixou de ser atleta do Sporting Clube de Portugal para ingressar num outro clube, sediado em frente ao Centro Comercial Colombo. Esta notícia por si só já é negativa para o nosso clube. Além de perder um excelente atleta, campeão e recordista nacional no lançamento do peso, o Sporting vê fugir para um rival directo um atleta que será uma baixa muito importante nos próximos Nacionais de Atletismo, onde o Sporting é quase Campeão Vitalício (um dia que perdermos isto, o que nos restará?).

Mas o negativo desta notícia não acaba aqui. Marco Fortes, após assinar pela sua nova colectividade, afirmou que era adepto dessa entidade desde muito novo!!
Agora eu pergunto, como é possivel ter-se dado um Prémio Stromp a este senhor, quando ele é adepto de um clube rival "desde muito novo"?

E relembro que Marco Fortes foi feito sócio do Sporting Clube de Portugal, recentemente, naqueles "magotes" de sócios angariados pela nova direcção. Esta situação levanta uma série de questões de extrema importância. Agora percebe-se porquê que Marco Fortes nunca se tinha feito sócio anteriormente. Porque não era (sequer) adepto do Sporting, clube que o projectou e o tornou Campeão e Recordista. Então porquê que se fez sócio? Por respeito ao Clube? Por respeito a Moniz Pereira? Como forma de agradecimento? Ou terá sido por imposição da nova direcção, presidida por José Eduardo Bettencourt?
Não serão estes novos sócios uns embustes e areia atirada para os olhos dos antigos (e verdadeiros) sócios do Sporting Clube de Portugal? Não será uma mera manobra de propaganda que não traz ao clube retorno financeiro e/ou sentimental (visto que talvez nem sejam adeptos leoninos)?
Quem paga estes novos sócios? Pagará alguém ou têm quotas vitalícias, como retorno de serem imagem de uma propaganda oca e vazia?
A direcção do Sporting tem feito da angariação de novos sócios a única amostra de bom trabalho, desde das eleições. Se isto realmente é uma falsidade, que mais têm para mostrar? NADA!!!

Angariar sócios como o Marco Fortes (agora que se mudou, irá continuar como sócio?) é igual a zero. Rapidamente se chegará aos 100 mil associados, mas o retorno e a realidade será a mesma que era há 6 meses atrás.
Chega, por favor não queremos como sócios, na nossa família, mais melancias como o Marco Fortes. Para verdes por fora e vermelhos por dentro, já basta aqueles que há muitos anos minam o futebol leonino, desde de alguns jogadores, pais de jogadores, técnicos e dirigentes.

E que tal começar a trabalhar a sério?

5 comentários:

Mike Blitz disse...

Realmente dá que pensar qual é o criterio neste momento para se ser socio do Sporting. O que para mim é motivo de orgulho e paixão para estes e talvez para outros não passa de um acto de publicidade.
Quanto ao atleta. É normal que se escolha o melhor caminho possivel
para se competir. Não queremos pessoas "obrigadas" por determinadas situações. É crivel de se pensar que as negociações já decorriam há algum tempo....devia ter recusado ser socio para evitar todo este "ruido" de fundo.

SL

Miguel Damas

Anónimo disse...

Quando nos últimos meses começaram a ser apresentados como sócios, atletas que representam o Sporting à tantos anos, estranhei o facto de ainda não serem sócios!
Enquanto profissionais não têm obrigação de o ser, mas ficava-lhes bem.
No caso de marcos Fraco, estava no Clube à 12 anos, salvo erro, e só à algumas semanas é que foi feito sócio.
Para quê?
Como diz o Miguel, a cabeça dele já devia andar noutras paragens à algum tempo, porque se fez sócio então? Obrigaram-no?

P.S: Se pensa que vai para um clube com um "projecto olímpico" (só pode estar a gozar com a grandíssima história do Atletismo do Sporting), está muito enganado.
O tempo lhe mostrará.

Mário-Oeiras

Cantinho do Morais disse...

Para mim, a ida do Marco Fortes por si mesma, não me incomoda. Para ele, foi melhor (acha ele) e ninguém pode condenar quem procura o melhor para si. O que me entristece foram as suas ingratas palavras.

Mas o que eu quis alertar com este post é a "farsa" que é esta campanha de angariação de sócios. Uma tanga! É a (única) bandeira desta direcção. E essa bandeira é falsa e deve custar dinheiro ao clube. É para inglês ver. No Natal teremos 100 mil sócios, fazem-se manchetes, mas dinheiro em joias, quotas e bilhetes de jogos é ZERO, tal como o sentimento que (grande) parte desses "associados" têm pelo Sporting!

O Mário coloca bem a questão quando se refere a ex-atletas que só agora são sócios. Digo-lhe um que me ficou atravessado, o Venâncio. Muitos são os sportinguistas que veneram esta personalidade. Confesso que sempre tive anti-corpos relacionados com ele. E é daqueles que, sempre que pode, vem para os jornais dizer mal da equipa técnica do Sporting. Pois então, esta grande figura, que de títulos no Sporting deve ter ganho quase ZERO, e que muitos queriam como adjunto, só é sócio há cerca de 5 meses! E pagará quotas? Quantos jogos vê à borla?

Somos um clube amador e isto é só o que vamos conseguindo ver. Imaginem o resto...

sloct disse...

Devo dizer que não censuro muito o bicho ter ido para o clube de Carnide, se é verdade o que um atleta me confidenciou, estamos a falar dum "subsídio" de 6.000€ por mês.

Eu se fosse atleta profissional duma modalidade que não fosse futebol, ia a correr e dizia o que quizessem que eu dissesse, nem levantava questões.

Independentemente de ele ser lampião, e de também achar que dentro desta leva de sócios arranjados à pressão, há muitos que não são nem nunca foram sportinguistas. Bosko Bjelanovic, Botelho, João Pinto, Humberto Gomes, Cardinal, só para dizer os que sei.

Tomás Pipa disse...

Um dos problemas do Sporting é a falta de adeptos no estádio, e quando os há, a atitude deles.

Os árbitros deviam ser assobiados do primeiro ao ultimo minuto, não temos que recebê-los bem em Alvalade. Eles têm que se sentir medrosos por apitar em Alvlade, não podemos dar-nos ao luxo de os deixar vir gozar connosco em nossa casa como tem acontecido.

A equipa adversária quando tem a bola deve ser assobiada, isso provocará nervosismo nos adversários e perderão a bola.

Temos que tornar Alvalade um inferno para os árbitros e adversários tal como é o Estádio do Dragão.

www.sectorofensivo.blogspot.com