sábado, 30 de abril de 2011

Não me falem em Duarte Gomes


Falem-me de uma equipa que ganha milhões e que teve duas semanas para preparar o jogo contra o último classificado (garantiu hoje a descida) e que, mesmo assim, não conseguiu ter bola na 2ª parte e permitiu um número elevado de situações de perigo, cruzamentos e superioridade numérica ao adversário.

Falem-me da expulsão vergonhosa de João Pereira (ainda bem que já estava recuperado). Lá teremos que ter, novamente, o Abel. Vergonha. Aquilo não é de profissional.

Falem-me da tentativa altamente estúpida de Saleiro em querer ir para a rua.

Falem-me de uma equipa muito pequena que mandou a 2ª parte toda.

Falem-me dos falhanços escandalosos de Valdés.

Falem-me das dificuldades aéreas e de posicionamento de Evaldo e Torsiglieri (ele não era bom por ser alto?).

Falem-me da facilidade com que Candeias, Pires e Ivanildo chegavam, com a bola controlada, à nossa área.

Falem-me da dificuldade em que temos em recuperar a bola. Só a recuperamos em zonas recuadas, bem próximas da nossa área.

Falem-me da incapacidade em ter bola, em retê-la (Saleiro, Vukcevic, Zapater e, até tu, Postiga).

E podem dizer que a expulsão de André Santos é forçada (é), mas a mesma resulta da nossa incapacidade em defender e fazer transições ataque-defesa, sofrendo um contra-ataque quando estamos a ganhar!!!

Mas não há crise, esta semana, com tantas razões para sorrir e de estarem orgulhosos com o percurso nesta época, foram todos ao Estoril Open...

Ó Sporting, ainda tens tanto para crescer e aprender...

3 comentários:

Anónimo disse...

E então ficamos calados a ver o mesmo árbitro que permite que o Coentrão e o Beluschi o empurre fazer isto ao João Pereira, ainda mais quando ele tinha razão?

Se continuarmos a dizer assim mal não vamos a lado nenhum. Falhanços do Valdés? Tipo a bola na barra?

Cantinho do Morais disse...

Anónimo,

é óbvio que não ficamos calados, mas não pode ser um jogador a levantar a revolta. Há dirigentes que têm de ter essa missão. João Pereira não pode reagir daquela maneira, por muita razão que tenha. Penalizou o Sporting hoje e nos próximos jogos.
Um dirigente (Duque, Freitas ou Godinho) no fim do jogo tem de dizer isso que disseste, dar exemplos de situações idênticas mas com critérios de aplicação das regras de forma diferente.

O Valdés tem um falhanço incrivel logo após o golo do Portimonense. Em que vai isolado e nem passa ao Postiga nem acerta na baliza. Inaceitável, tal como o lance no Dragão.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.