sábado, 9 de novembro de 2013

A Sorte e o Azar caem sempre para o mesmo lado


Isto porque o título não pode ser: "É sempre a mesma merda"

(interprete-se como quiser; ou tem várias interpretações)

5 comentários:

Anónimo disse...

O ano passado foi, limpinho, limpinho. Este ano foi uma grande arbitragem
Nuno Casaca

JPDB disse...

Cantinho,

A sorte e o azar não decidirão sempre tudo. É apostar no crescimento da equipa, solidificar processos, dar paz e sossego a Leonardo Jardim.
É hora da direcção também premiar o esforço da equipa e trazer alguns upgrades a nível de opções para o colectivo. Este ano pode não ser preciso, visto que já só há duas competições (se calhar até há jogadores a mais no plantel), mas que se comece já a ver o que se deve fazer para o ano que vem. Conseguir pelo menos o 3ºlugar parece-me ser a grande meta.

Sobre o encostar de Cédric, não sei o que se passou visto que nem no banco ficou (parece-me algo mais do que opção). Penso que Cédric, Piris e Jefferson são 3 belos laterais. Piris não me pareceu tão bem a defender quanto Cédric, mas talvez tenha sido uma opção para dar centímetros. Não sei. Acho que foi bastante competente a decidir. Continuo a preferir o Cédric.

Anónimo disse...

Eu sempre disse, que quando eles fossem profissionais seria pior. Ontem todo o mundo viu, as televisões mostraram e os jornais hoje dão noticia do jogo da VERGONHA! Um golo em fora de jogo e dois penálties por marcar contra os lampiões! Os apitadores não nos deixam ganhar no galinheiro. Já à muito que os lampiões são os donos do SISTEMA, custou mas conseguiram...PS- Se um jogador pisa a linha lateral ou entra no rectângulo de jogo num lançamento de linha lateral é falta. O que aconteceu no 4º golo do benfica. Mais uma...

Koba disse...

Cantinho,

Uma vez que já vou conhecendo aqui a casa, permite-me interpretar a frase de 3 formas:

1. "É sempre a mesma merda", mesmo que a arbitragem seja normal durante o jogo, na hora da verdade decidem contra nós, especialmente nestes jogos.

2. "É sempre a mesma merda", até conseguimos empatar o jogo mas depois não temos capacidade para "por gelo" no meio-campo e controlar o ímpeto do adversário por alguns minutos.

3. "É sempre a mesma merda", este Marcos Rojo marca o jogo com duas faltas disparatadas e a destempo, a que dá o 1º golo e condiciona todo o jogo e a que lhe dá a expulsão e nos impede de fazer o forcing final.

Uma das três ou as três juntas enquadram-se perfeitamente no post.

Abraço

Cantinho do Morais disse...

A todos,

Desculpem só agora responder aos vossos comentários. Só agora tive net e ainda estou um pouco "aziado"...

Anônimo,
Mudaram os vocábulos, mas o sentido e significado foi o mesmo.


JPDB,

Não há crescimento de equipa, solificar processos nem paz e sossego sem vitórias.
Vitórias morais não pagam contas, nem dão títulos e confiança. Perdemos, como sempre. Ninguém quer jogar muito tempo numa equipa que não ganha. Nem dá para manter jogadores bons numa equipa que não ganha.
Ontem a comunicação social já falava em "mais uma saída precoces da Taça"; "Leão deixa cair um objectivo: haverá consequências?". Como vês só há espaço para uma coisa: Vitória. Se esta não existe...


Koba,

O "É sempre a mesma merda" é isso que dizes e muito mais. E por isso é que deixei para se interpretar.
-"É sempre a mesma merda" não ganhar na Luz (desde 2006);
-"É sempre a mesma merda" perder os últimos 4 jogos na Luz com queixas (penalty sobre Onyewu; penalty de Polga na Taça da Liga; Capela; Duarte Gomes), mas o resultado final ser sempre o mesmo: derrota.
"É sempre a mesma merda" perder na Luz com um lance infeliz do guarda-redes (hoje Patrício, ontem Ricardo). Onde estão estes erros a nosso favor?
"É sempre a mesma merda" ver um Benfica que fez tudo mal desde Maio, mas que ressuscita com o Sporting.
"É sempre a mesma merda" ver que um jogador que agrediu o treinador, não fez pré-época, quis ir embora, salvar o Benfica (onde estariam na Liga, Champions e Taça se não houvesse Cardozo?). O homem nem sequer foi castigado por aquilo que fez na final da Taça.
"É sempre a mesma merda" o Sporting ter sido humilhado por Jardel, mas este quando voltou não nos deu resultados e vitórias destas como faz o Cardozo.
"É sempre a mesma merda" ver 8 mil adeptos demonstrarem a 50 mil como se apoia e acredita num clube mas, no fim, serem esses 50 mil a sorrir.

É isto e mais...

Um grande abraço a todos!