domingo, 27 de setembro de 2015

(Falta de) Qualidade Individual


A Liga portuguesa é fraca, muito fraca. Grande parte das equipas que a integram são fracas.
Para vencer a Liga portuguesa, de forma honesta (ou resultante da prática, exclusiva, de Futebol), são precisas duas coisas:
- um bom treinador (que dará origem a uma equipa bem treinada);
- alguns excelentes jogadores (daqueles que podem jogar em qualquer liga e em equipas de topo);

Como é normal, com 6 jornadas jogadas, é impossível existirem equipas já bem treinadas, independentemente da qualidade do seu treinador (a não ser que estes já transitem de outras épocas), por isso, por agora, terão de ser os excelentes jogadores a valerem, a conquistarem os 3 pontos onde os outros, coitados, não têm qualidade para tal.

O FC Porto tem 2 excelentes jogadores, Brahimi e Aboubakar.
O Benfica também tem 2 excelentes jogadores, Jonas e Gaitan.
O Sporting só tem 1 excelente jogador, o William Carvalho.

Nesta jornada, isso ficou bem evidente. 
O FC Porto empatou, num jogo onde Brahimi jogou menos de 45 minutos (saindo lesionado) e Aboubakar só entrou a 15 minutos do final. 
O SL Benfica venceu, num jogo onde Jonas marcou 2 golos e Gaitan assistiu para 2 golos (em 3 dos encarnados).
O Sporting empatou, num jogo onde William Carvalho fez a sua estreia neste campeonato, fazendo somente 20 minutos.


Como se pode ver, nesta fase, estamos em desvantagem. Acredito que, com o tempo, podemos equilibrar as coisas ou, até mesmo, virar o "jogo" para nós. Mas só se nos fomos aguentando lá em cima...


Ontem era para ganhar. Não havia outra forma. Bem ou mal, com o pé, cabeça, anca, joelho, ressalto, etc, era para trazer os 3 pontos. Mas para isso era preciso ter aquilo não temos há muito tempo (demasiado tempo) e que o JJ sintetizou bem:

Uma coisa é ter mentalidade de campeão e outra é jogar para ganhar de vez em quando. São coisas completamente diferentes e é difícil chegar lá.

14 comentários:

RMSCP disse...

Cantinho,

Não concordo. É verdade que não temos os melhores jogadores mas o JJ sacudir as responsabilidades fica-lhe mal quando a culpa de não conseguirmos criar oportunidades de golo é dele que mete meia equipa de pinos a jogar de início. A sério que tivemos de levar com o JP e o Téo outra vez?

O plantel não é desculpa. É pior que o do ano passado (só os que ficaram cegos pelo dinheiro é que achavam o contrário) mas ainda é bem melhor que o do Boavista. Ele tem lá jogadores melhores, se não os põe a jogar a culpa é dele.

Cumps

Cantinho do Morais disse...

RMSCP,

Mas eu não estou em desacordo contigo.
Claro que o plantel é bem melhor que o do Boavista. Claro que o 11 apresentado (apesar de Ruiz, Teo, J.Pereira, Jefferson - como é possível, neste momento, serem titulares?) deveria ser suficiente para vencer o Boavista (e muitos mais), mas isso nem sempre acontece. E, para acontecer, a equipa terá de jogar melhor (e não joga - e a responsabilidade é a de quem a trabalha) e terá de ter muita qualidade individual (que não tem).

E quando falta tudo isso têm de aparecer aqueles "muito bons". E o Sporting não os tem. O plantel e 11 do Porto também deveria vencer o Moreirense, mas não venceu. O Benfica, sem Gaitan e Jonas, também deveria ganhar ao Paços, mas duvido que o fizesse sem eles (tal como não teria vencido o Estoril e, também, o Moreirense).

Eu tenho que acreditar que a equipa vai crescer. Que os pinos passem a jogadores e que aqueles que, para mim e para ti, são bons, não jogam porque durante os treinos são piores que aqueles que jogam.
O pico deste Sporting não pode ter acontecido na 1ª quinzena de Agosto.

Não sei se JJ sacudiu as responsabilidades. Assumiu que as substituições não foram boas. Se foi ele que as fez... está assumir culpa. Agora acredito que a questão "qualidade individual" possa ter sido uma pressão extra para voltar a ter aquele, o único, que pode desequilibriar na frente, fruto da sua "qualidade individual", André Carrillo.

SL

RMSCP disse...

Cantinho,

Pode acrescentar Adrien, Slimani e Gélson à lista. Apesar de achar o Ruiz bom jogador, admito que tem estado muito mal.

Mas para mim o Porto e o Benfica não têm treinador (no verdadeiro sentido da palavra). Fico chateado porque eu até vejo coisas interessantes no posicionamento da equipa. Agora, é complicado fazer uma jogada quando a bola passa por jogadores que têm tábuas nos pés ou a inteligência de uma batata (e às vezes até os dois juntos...).

Eu não acredito que os pinos possam jogar melhor. Acredito que as suas debilidades possam ser disfarçadas quando a equipa estiver bem. Mas meia equipa de pinos nota-se sempre. É muito pino junto mesmo. Também não acredito que os pinos todos façam melhores treinos que os "bons". Se fosse um ou dois ainda acreditava agora meia equipa?

Ele disse que faltou qualidade individual à equipa. Eu até concordo, só que ele queixa-se disso depois de tirar Montero para colocar Téo e deixar em campo Adrien para tirar o João Mário. Já para não falar no regresso do JP... Em vez de se queixar ele que comece a jogar mas é com os bons.

Já agora eu acrescentava outro jogador excelente ao Sporting para além de William: Montero. Que culpa é que o homem tem de não conseguir fazer 90 minutos dois jogos seguidos porque se lembram que ele é o patinho feio da equipa?

Cumps

Cantinho do Morais disse...

RMSCP,

Aceito em parte os acrescentos. Em parte porque não é justo que Gelson faça parte dessa lista. Gelson tem meia-dúzia de jogos com os A. Não é por ele que devia passar a responsabilidade (agora imposta). No Benfica vemos Guedes a aparecer e a notar-se. Mas ali ninguém pede que ele seja a solução para o sucesso, pelo menos para já. Há lá outros com essa responsabilidade. Assim, ele só tem de crescer (e vai fazê-lo).
Gelson foi lançado às feras. Por um lado, porque não há outra solução, por outro porque serve para nos iludirmos que não precisamos daquele que agora (já) não serve.

Claro que tirar J. Mário e Montero e juntar Teo e manter Adrien não ajuda a ter "qualidade individual". Mas eu não quero tornar isto uma discussão (porque acho que estamos em acordo em muitas coisas) e nem pretendo defender o JJ.

O que quis dizer é que há pouca qualidade na equipa do Sporting, tanto no 11 como no resto do plantel. E isso é da responsabilidade de alguém.

Montero é um grande jogador, mas não é excelente como William ou os outros que enunciei de Porto e Benfica.
Montero está naquele lote onde se incluem: Patrício, João Mário e Carrillo; Luisão, Mitroglou, Salvio e J. César; Helton, Casillas, Maxi, Ruben Neves, Marcano e Imbula;

SL

Maldini disse...

A sério, colocar o William ao mesmo nível dum Jonas ou de um Gaitan só pode ser brincadeira... o William está claramente sobre valorizado, tem uma imprensa mais do que simpática, mas nem de longe nem de perto pode ser colocado ao nível de jogadores que sozinhos resolvem jogos.

Cantinho do Morais disse...

Maldini,

Bem, é verdade que ando nisto para brincar, por isso permita-me que continue a fazê-lo:
- são só excelentes (ou de nível) aqueles "jogadores que sozinhos resolvem jogos"?
- o que é "resolver jogos"? Assistências? Golos?

Coitados de tantos jogadores que considerei (e considero) excelentes, entre os quais o Maldini.

Paolo Maldini disse...

Estava por aqui a ler e li um Maldini, e resolvi comentar para que se perceba que não fui eu o Maldini de cima.

Acrescento outra coisa, não menos importante Cantinho,

William é um jogador do meio campo defensivo. Os dos rivais são ofensivos... O que faz mais falta e dá mais jeito na nossa Liga a um clube grande?

e há mais... o Benfica em ataque organizado está muito forte (contra as equipas pequenas) pq tem esses dois... e pq.. as movimentaçoes e posicionamentos sao exactamente os mesmos de há 2 ou 3 anos para cá! E Mitroglou também é um bastante bom jogador para a nossa realidade. Fazem muita diferença na frente aquela qualidade toda. O SCP ao abdicar de Carrillo pode perder uma oportunidade histórica para voltar a ser campeão... O Lopetegui não vai ficar para sempre em Portugal...

RMSCP disse...

Cantinho,

Eu acrescentei Gélson mas foi mais porque neste momento está longe de ter a qualidade necessária de ser titular no Sporting. Mas isso a culpa não é dele...

Isso também eu já tinha dito no início da época. Houve foi muitos adeptos que se deixaram levar pelo dinheiro gasto em contratações inúteis.

Eu discordo nesse aspecto. Acho Montero muito bom. Falta-lhe regularidade porque raramente joga para dar lugar a vacas sagradas que não têm nem metade da qualidade dele. E isto é o que me tem deixado irritado com JJ. Estava à espera que com ele o estatuto tivesse acabado e que o que interessava era a qualidade.


Paolo Maldini,

Concordo que o Carrillo faz muita falta mas mesmo quando ele jogava o Sporting já tinha dificuldades em criar oportunidades por isso o problema não está só aí. Claro que também não ajuda nada...

Cumps

Cantinho do Morais disse...

Paolo Maldini,

Mas quando eu acentuei o facto do Sporting só ter William e os outros terem Jonas, Gaitan, Brahimi e Aboubakar, além do número desigual, queria referir isso mesmo: a unidade mais do Sporting não está, sequer, na zona da decisão dos jogos e, como refere, da nossa Liga.
Daí o Sporting estar numa desvantagem ainda maior.

Também acho que, a ser Campeão, tem de ser agora. Não sei se há plantel para isso, mas há jogadores, tal como defende o RMSCP, para ter um melhor 11, com melhor qualidade individual e criatividade (aquilo que JJ se queixou ontem).

No próximo ano haverão 3 treinadores prontos para suprimir Lopetegui e/ou um dos outros 2 que falharem ou quiserem ir embora: Vítor Pereira; Villas-Boas; Marco Silva;

Tal como referi em cima, o melhor Sporting desta época não pode ter ficado pela 1ª quinzena de Agosto.

Leão de Alvalade disse...

Nem mais!

MMS disse...

Cantinho,
Não deixando de concordar contigo, subscrevo muito do que diz o RMSCP. Há o tema Carrillo, que não é de JJ, mas a partir daí há um treinador responsável pelas suas opções.
Teve azar com Ewerton e William, sem dúvida. Mas desde a pré-época que as opções são discutíveis (insisto que Rosell poderia ter lugar neste plantel, porventura nesta equipa, com este sistema).
Mas a minha maior preocupação nem é essa. Aquilo que vejo é uma equipa (refiro-me ao coletivo) a "defender-se" (como pode? como sabe? como o treinador manda?) das suas próprias insuficiências. Como o meio-campo é vulnerável (ficou patente desde o jogo com o CSKA em casa), a equipa leva o jogo para zonas de menor exposição; consequentemente, torna-se menos perigosa, mas como está a arriscar menos sente-se mais segura (não sofrendo golos em dois jogos consecutivos essencialmente porque perde a bola em zonas que não oferecem perigo). Sem prejuízo de alguma falta de qualidade individual, a falta de criatividade acaba por ser não apenas uma causa, mas também uma consequência: contra dois adversários junto à bandeirola de canto é mais difícil ser criativo (digo eu, que nem na playstation era muito criativo, quando jogava).
Já vimos este filme... Creio (quer crer) que JJ o estará a combater. Como creio que o Marco Silva o tentou combater também. Mas sem confiança é complicado. E os jogos com os russos (CSKA e Lokomotiv) foram dois rudes golpes.
Depois entraria também o tema da gestão das expetativas. Mas já vou longo demais!

Abraço

Cantinho do Morais disse...

MMS,

Eu acho que a equipa não corresponde porque tem jogadores limitados. E quando há melhores opções (embora não sendo de topo, mas são melhores) e essas não jogam, a responsabilidade é do treinador. E claro que fico muito preocupado quando ouço o Presidente do Sporting afirmar que não há Mitroglou porque o treinador optou por ter Teo e renovar com Slimani. Para já, o negócio foi mau, pois esses 2 não fazem 1 (Mitroglou).
Mas aquilo que vi contra a Roma, Benfica e CSKA (o jogo cá e a 1ª parte lá) tem de me dar esperanças. Aquilo não pode ter sido feito por acaso. E o Benfica não tem sido muito melhor do que foi nesse jogo, por exemplo.
Temos um bom treinador mas não chega. Não chega porque ele também erra e, quando isso acontece, deveriam aparecer os jogadores para resolver. Mas esses não existem (ou não jogam).

Podíamos e devíamos ter entrado numa espiral muito positiva se tivéssemos vencido no Bessa. Era a nossa obrigação. Em vez disso, 5ª feira visitamos um inferno e todas essas expectativas que não quiseste falar, cairão ainda mais.

Não se sofreu golos com o Nacional porque estes jogaram com 10 e o Boavista porque é o Boavista, não quer jogar. Foi só por isso.

O Sportig está em 1º e já venceu 1 troféu. Mas estamos mal, muito mal (com tendência a piorar).
Porra, isto é o Sporting.

abraço

MMS disse...

Cantinho, só uma clarificação (e aliás disse isso no meu blog): concordo que o Boavista nem sequer tentou. O que pretendia dizer é que a equipa do Sporting anda a jogar pior porque se está a proteger das suas próprias insuficiências. Com o Boavista eventualmente nem seria necessário. Mas a equipa, sem confiança, arrisca pouco. Porque não quer sofrer. O jogo com o Lokomotiv foi mais marcante do que se pensa. É fácil culpar o Tobias e esquecer que o meio-campo, com titulares, nem se via nas imagens dos golos...
Um abraço

Cantinho do Morais disse...

Sim, eu estava a concordar.
O jogo com o Lokomotiv, a nível defensivo, foi degradante.
Mas o que a equipa deveria recuperar é porquê que o Benfica nem sequer se aproximou da nossa área. É por aí que deve ir.
Já agora, a parte do Carrillo no teu post é aquilo que eu penso. É incrível como se pode achar que se está a ganhar alguma coisa com isto.
Têm sido semanas degradantes. Nunca está "tudo bem" no nosso clube.

abraço