domingo, 20 de março de 2016

Pai (Jorge) Jesus


Ontem foi Dia do Pai.

Um Pai, no seu Amor pelo filhos, é aquele que garante a nossa Educação, nos faz Evoluir, Protege e oferece um Carinho infinito. Dá-nos Tranquilidade e Confiança para Crescer, bem como as inevitáveis Responsabilidades para melhor encararmos o futuro.
O Filho, ao ver e sentir isso tudo pelo Pai, devolve Amor ao Pai. E, ainda, acrescenta Admiração e (muito) Respeito. Mas só se tiver, sempre, tudo aquilo que Pai lhe deve dar (sim, porque os filhos são egoístas e demoram a desculpar uma "falha" do Pai).

JJ é o "pai" desta equipa do Sporting.
É o "Pai" da exibição de ontem do Bruno César (a quem pode pedir tudo). 
É o "Pai" da defesa do Sporting que, apesar de insistência infundada num não jogador (Schelotto), e nas constantes alterações forçadas (nos centrais e na lateral-esquerda), é uma defesa que sabe defender (algo nem sempre acontece, uma defesa defender..).
É o "Pai" da insistência em Teo. Protegeu-o contra todos, deu-lhe confiança pública quando já estava sozinho nessa demanda. Acreditou nele. Ontem, o "filho" Teo recompensou-o.
O que fez com Teo também fez com William. Numa época de índices exibicionais baixos (aquela lesão no Euro sub-21...), sempre o defendeu e deu-lhe consecutivamente a titularidade, sabendo que ia crescer. Quem viu William na Amoreira e ontem, sabe que JJ tem de ser um "pai" orgulhoso.
E que dizer de Adrien? Quanto do seu crescimento se deve ao "Pai" JJ? A jogada do 3º golo? O Adrien das últimas épocas (apesar de grandes épocas) fazia tudo aquilo?

E, por fim, Slimani. Não há melhor "filho" neste plantel que espelhe tão bem o (bom) trabalho do "Pai" Jorge Jesus. Slimani cresceu e evoluiu para um verdadeiro jogador de futebol, algo que podia ser possível, mas estava tão distante. JJ trabalhou com este "filho". E Slimani devolveu-lhe, com golos e exibições (como a de ontem, que foi das melhores que já vi nele), todo o trabalho de "Pai" que JJ fez com ele.  E mais, acrescentou aquele extra da relação Pai-Filho, demonstrando sempre Admiração pelo "Pai".

Jorge, um "Pai" não diz publicamente, e daquela forma, o que disseste do e ao Slimani. Tens razão na tua gestão que fizeste do jogo e equipa. E é essa razão que tens de transmitir ao Slimani que, como bom "filho", compreenderia as tuas razões. Mas não o podes fazer ali, naquele momento, e como fizeste. 
Não sou Pai de ninguém, mas tive um bom modelo e cresci sempre perto de outros excelentes exemplos de grandes pais, daí considerar-me com alguma moral para te criticar neste episódio. Não duvido que Slimani mantenha Admiração por ti, bem como um forte sentimento de Gratidão por tudo o que tens feito por ele. Mas temo, se não remediares isso brevemente, que possa ter perdido o Respeito por ti

E logo no Dia do Pai...
 

11 comentários:

Mário Santos disse...

Mais um excelente texto, caro Cantinho.
Acho também que JJ devia seguir aquela velha máxima que eu como Pai utilizo com os meus filhos (quer a nível profissional, quer a nível pessoal) e que tão bons resultados tem gerado - Elogia em público, "ralha" em privado.
Assim, o impacto das palavras exacerbadas que proferiu, pode provocar "ondas de choque" nocivas no seio do grupo (não só em Slimani...) como também se pôs a jeito para os "cães-de-fila" (veja-se hoje a capa do CM).
SL

Jordão disse...

Acho é que posts como este ajudam a criar "ondas de choque". O Beifica agradece que os sportinguistas façam disto um caso.

RG disse...

Cantinho,

Pareceu-me que sendo exagerado não foi uma falha muito grande. Líder é aquele que em privado diz o mesmo que em público. E depois de tanto ajudar o argelino, de facilmente se perceber porque o protegeu, Slimani jamais deveria ter tido aquela reacção....E tem de perceber que por mais que "estrabuche" quem manda é o Pai! E isso tem de ser passado a todo o plantel....que em privado pode não ter capacidade para perceber.

Certo é que no balneário deve ter levado a mesma reprimenda e amanhã no treino certamente se desculparão um ao outro.

Mudando de assunto....

Que grande equipa, que jogador está JM e embora também não ache Schelotto por ai além, vejo-lhe qualidades que podem ser aprimoradas tornando-o melhor opção que JP.

SL

Jordão disse...

Já toda a gente sabe que o Jesus é limitado na expressão. São várias as argoladas que ele comete, pelo seu feitio e porque provavelmente não pensa o suficiente nas coisas. Ainda na conferência de imprensa antes do jogo disse que era admirável que estando o Sporting há 14 anos sem ganhar nada, mesmo assim consegue ter uma massa adepta tão jovem. Ora, como é óbvio, o Sporting não está há 14 anos sem ganhar nada, mas sim sem ganhar o campeonato. Mas vamos pegar em tudo para embirrar com o homem? E para quê?

Não confundam a árvore com a floresta, caraças. Eles resolvem o que há a resolver lá dentro, e se calhar aquelas coisas dá-lhes forte mas passa-lhes depressa, enquanto nós andamos dias a falar na mesma coisa.

Jordão disse...

RG, à medida que o tempo passa, estou a gostar do italiano. Ofensivamente é muito melhor do que o João Pereira. Sobe muito no terreno e quase sempre bem.

Leão de Alvalade disse...

Boa crónica. Mais uma. Abraço!

Leão de Alvalade disse...

Ah, a propósito do Scheloto. O homem é indiscutivelmente generoso e quem dá o que tem não é obrigado a mais. Mas a forma deselegante como corre já não ajuda muito. E defende mal, como o Lito Vidigal bem percebeu, foi por ali que veio a maior parte do perigo.

Cantinho do Morais disse...

"Acho é que posts como este ajudam a criar "ondas de choque"."

Jordão,
tenho a certeza que este espaço e aquilo que aqui escrevo não tem expressão nenhuma no Sporting e contexto onde se insere. Creio que, daqui, não vem perigo nenhum. Reconheço a força de muitos blogs e que ajudam a influenciar opiniões e a passar mensagens. Mas este não é nenhum deles.
Quanto ao "caso", acho mesmo que JJ não esteve bem. Não digo que não tem razão no que diz. Critico o momento e a forma.
Concordo com o que o Mário Santos diz e acho mesmo que JJ podia-se ter "safado" de maneira simples:
"Slimani reagiu mal? Não reparei, estava concentrado no jogo, que é a minha função. Mas se queria continuar em campo então fico contente. É este o compromisso que quero na minha equipa e neste clube - sempre com vontade de ajudar. E o Slimani tem estado sempre disponível para ajudar o a crescer Sporting, da mesma maneira que o Sporting sempre o ajudou a ele. A frio, tenho a certeza que ele compreenderá a gestão que fiz do jogo."

Simples e sem "ondas de choque".

Cantinho do Morais disse...

RG,

percebo o que dizes, mas aquilo que ele disse tem de dizer (e já deve ter dito várias vezes) é no treino, palestras e balneário.
Num contexto de CS que temos, em que procuram tudo (e até inventam), um jogo com grande exibição, vitória por 4 golos contra o 5º classificado (que dos 3 grandes, só não nos venceu), não podemos dar estas "borlas". Para isso, já basta do facebook...

JM esteve muito bem, assim como William, B. César, Slimani, Patrício e os centrais.
Schelotto não é nada. Basta ver quando o jogo estava 0-0 para se perceber o que ali está. Para mim, não serve. Até dá para ter saudades do Miguel Lopes (o que me custa dizer isto)...

abraço

Cantinho do Morais disse...

Leão,

obrigado.
Pessoas generosas não precisa o Sporting. Precisamos de jogadores. E acho que para aquela posição estávamos bem servidos (J. Pereira tem estado muito bem e a evoluir e Esgaio nunca falhou).
Schelotto é caro e é mau a defender. E a atacar vai sempre em frente. A linha é a sua orientação. Já não se usa.
Espero que J. Pereira esteja lesionado e não seja uma teimosia que nos vai custar caro.
Já tivemos os nossos Grimis, Hads, Pedros Silvas, Balajic e Miguel Lopes.

RG disse...

Cantinho,

Infelizmente a saúde não me deixou vir mais cedo expor as ideias...

Continuo a achar que JJ fez bem...se nos deixarmos levar pela CS e outros comentadores estaremos sempre por baixo. Começa a chegar a altura de fazer como diz o ditado: "vozes de burro não chegam ao céu". Assim todos os elementos ficam a saber que com JJ não se brinca e nem em privado ou público o homem recua.

Quanto a Schelloto, como dizem os americanos: "agree to disagreee". Não é nada de mais, mas não me parece inferior a JP, Miguel Lopes e, ainda tem a vantagem de puder crescer tacticamente com JJ.

Veremos qual de nós acerta! LOL

SL