domingo, 18 de setembro de 2016

E ser campeão, não?


Antes de se (tentar) ser uma equipa de Champions, tem de se ser uma equipa Campeã.
As prioridades não podem estar trocadas.

3 defesas-esquerdos contratados em 3 épocas, mas o titular é um médio.
Um defesa-direito que é uma comédia (e que se contratou), quando um outro que sabe muito mais do jogo e da posição tem de jogar na equipa B.
2 avançados titulares que até na América do Sul seriam considerados lentos.
Uma das principais contratações que, em 15 minutos no jogo de estreia (com 1 treino), a jogar na direita, fez muito mais do quem 2 jogos a titular na esquerda.

Um enorme mar de equívocos só podia dar no que deu. Claramente, até pelos discursos prévios dos seus treinadores, se constatou que houve uma equipa que se preparou para este jogo, e para o vencer. Já a outra, optou só por, simplesmente, jogá-lo.

Este início de época, pelo calendário favorável, pela indefinição e crescimento lento do FCP, e pela onda de lesões no SLB (que já tinha perdido pontos), tinha de ser melhor rentabilizado. Era possível (e obrigatório) fazer uma enorme sequência de vitórias e "cavar um fosso" para os rivais que podia ser decisivo. 

25 comentários:

RMSCP disse...

Cantinho,

Infelizmente o meu receio confirmou-se. A derrota em Espanha não nos causou só desgaste físico. Também nos tirou muita moral.

Claro que isto não explica tudo. Na 1ª parte os sectores estiveram sempre muito afastados e os nossos laterais são simplesmente patéticos. Se Bruno César ainda consegue compensar com alguma qualidade ofensiva (embora hoje tenha sido para esquecer), Schelotto consegue fazer com que qualquer um de nós pense que passou ao lado de uma grande carreira. É incrível como um jogador com tanta falta de qualidade consegue ser titular no Sporting. Não sabe defender, não sabe dominar uma bola, tem uma técnica risível e para juntar a tudo isto ainda consegue ter uma falta de inteligência tremenda. Quando João Pereira era titular eu disse para mim que não conseguíamos ir buscar um pior que este. Infelizmente enganei-me. Nada de anormal para uma equipa que até há pouco tempo tinha um tal de Naby Sarr a titular. Pergunto-me como é que alguém observa estes jogadores e diz que eles têm qualidade para o Sporting.

Já na época do Marco Silva dizia que o Esgaio era o nosso melhor lateral. Não que ele seja algum craque mas todos os outros são demasiado maus para ser verdade.

Sofremos 3 golos e fomos para o intervalo com o jogo perdido. Na 2ª parte também estivemos muito mal. Expectável face ao resultado, mas a equipa esteve sempre muito nervosa e não conseguia controlar o jogo. Bryan veio tentar dar um pouco de calma mas nem ele conseguiu fazer nada face à desorganização que apresentávamos.

Há que ver que, embora exista demérito do Sporting, existe também muito mérito do Rio Ave. Grande jogo da equipa de Capucho. Aquele Gil Dias fez uma exibição assombrosa. Não tiveram medo de pressionar alto e colheram os frutos. Que delícia seria o campeonato se grande parte das equipas fossem assim.

Cumps

Cantinho do Morais disse...

RMSCP,

totalmente de acordo. Quanto ao defesa-direito, já me cansei. O meu caro já disse tudo. É um Grimi. Tivemo-lo à experiência e ele mostrou isto que mostra hoje. Não contentes, ainda o contratámos por 3 anos, colocamos-lo a jogar e, ainda não contentes, relegamos outro (o melhor) para os B.

Na 1ª parte o campo do Arcos parecia aqueles jogos que transmitem do Brasil, onde os relvados parecem do dobro do tamanho. Tudo ilusão de óptica. Se isso acontece é porque os jogadores estão mal posicionados, parados e muito afastados.
Os golos sofridos são dignos de Inatel. O 1º então... Roderick já tirou uma Liga ao JJ, veremos se não ajudou a tirar outra (porra, o Roderick!!!).

Excelente jogo do Rio Ave, sem dúvida. Ainda assim, até ao 1-0 podíamos ter feito um golo. O ataque foi irritante, tal a lentidão e ausência de desmarcações.

SL

RMSCP disse...

Cantinho,

Pois é. Fazemos caridade com estes cepos e desperdiçamos aqueles que já lá temos que são melhores e que apenas pedem uma oportunidade. Isto é assim desde que me lembro. André Martins, Esgaio e Iuri ainda dariam muito jeito a este plantel porque os bons jogadores nunca estorvam ainda por cima quando são da casa e não têm histórico de levantar ondas por mais mal tratados que sejam.

No 2º golo deu para ver bem a lentidão. Tudo a recuar a passo. Não pode ser. Compreensível face ao desgaste mas então para que é que se foi buscar tanto jogador?

Sim, também tivemos a oportunidade de discutir melhor o jogo mas já sabemos como é a Lei do Sporting (vulgarmente conhecida como Lei de Murphy).

Cumps

JG disse...

Cantinho hoje se eu pudesse tinha substituído o ... treinador. JJ esteve péssimo. Será que alguém lhe disse que o Sporting ia jogar a Vila do Conde, a casa do Rio Ave? Porque raio decidiu ele começar a jogar com alguns jogadores a menos? Acha-se assim tão superior que possa dar 3 a 4 jogadores de vantagem - Alan Ruiz, André, Schelloto e Campbell no lado onde não joga nada - e não colocar os jogadores que podem fazer a diferença. Será que o treinador acha que depois de ter perdido dois jogadores tão importantes este é o tempo para experimentalismos à bruta?
Das Bost tem que jogar de ínicio e deve ser frustante entrar com três no papo. Alan Ruiz não tem qualidade competitiva para jogar nesta equipa. É o último barrete que se enfiou e a qualidade técnica e a eventual compreensão da ideia de jogo do treinador não fazem dele um bom jogador. Apenas com a utilização de reguladores de velocidade teria qualquer hipótese.
Schelloto é um zero e um desastre. Não haverá laterais muito piores na Liga.
Briam Ruiz tem que jogar sobretudo na ausência de João Mário, porque senão Adrien, William e Gelson têm que andar com a equipa às costas.
JJ tem que perceber que no campeonato até para aproveitar o que o Cantinho refere, a conjuntura favorável, temos que utilizar os melhores de ínicio e gerir depois de estarmos em vantagem.
Já perdemos muitos campeonatos por resultados destes. O ano passado perdemos na Madeira quando tinhamos sete pontos de avanço. Lembram-se? Alguém fale com o nosso treinador e lhe exija mais concentração e menos gabarolice.

Anónimo disse...

O resultado foi inversamente proporcional à bazófia de JJ.

jorgen80 disse...

Antes de se (tentar) ser uma equipa de Champions, tem de se ser uma equipa Campeã.

Uma boa quote para qualquer adepto Sportinguista. Mas esse não foi o problema. Não percebo tanta crítica aos jogadores. Este jogo é 100 por cento responsabilidade do treinador e Jesus até pela ar impávido e sereno- nada normal nele...-, assumiu praticamente a culpa ainda no relvado. Colocar Bruno Cesar- Bernardo Silva, bem te salvaste...- com o Joel na esquerda, é de quem pensa que pode comer o mundo de olhos fechados.
O Sporting bem que ficava a ganhar se deixasse o adjunto fazer os flashes interview e as conferências de imprensa.

RG disse...

Caro Cantinho,

"Os golos sofridos são dignos de Inatel. O 1º então... Roderick já tirou uma Liga ao JJ, veremos se não ajudou a tirar outra (porra, o Roderick!!!)."

Já em modo depressivo? Ainda é cedo para tal....muito cedo ;)

O que se notou foi o fraco rendimento de Campbell, sobretudo em acções de auxilio ao Bruno César, do Alan Ruiz e do André que na oportunidade que tem, me deixou a imaginar o chapéu e surpreende com um remate quase á figura.

Quanto a Schelloto continuo a achar que pode ser útil, no entanto a sua inteligência tem de crescer! Não pode falhar inúmeras vezes o alinhar com a restante defesa, como se viu no segundo golo.


"Não percebo tanta crítica aos jogadores. Este jogo é 100 por cento responsabilidade do treinador e Jesus até pela ar impávido e sereno- nada normal nele...-, assumiu praticamente a culpa ainda no relvado"

Explica lá então porquê génio?

RG disse...

"Será que alguém lhe disse que o Sporting ia jogar a Vila do Conde, a casa do Rio Ave? Porque raio decidiu ele começar a jogar com alguns jogadores a menos? Acha-se assim tão superior que possa dar 3 a 4 jogadores de vantagem - Alan Ruiz, André, Schelloto e Campbell no lado onde não joga nada - e não colocar os jogadores que podem fazer a diferença"

Caro JG,

Vamos por parte:

1-Aqui não existem lados onde os jogadores jogam menos ou mais, ou jogam ou não jogam....Campbell foi uma nulidade sobretudo a ajudar o Bruno César a defender, e aí tanto faz gostar de jogar à direita como à esquerda ou ao centro.
Ele é canhoto e certamente JJ não lhe pediu para flectir ao meio e rematar com o pé direito, logo em termos atacantes teria de fazer mais.

Quanto ao Alan, de facto desiludiu, mas no último jogo até tinha deixado algumas e, boas, indicações, logo não seria de esperar tão mau jogo da sua parte...o mesmo se deve dizer do André.

2- Quanto aos melhores, refere-se a quem? Ao Adrien que tem a oportunidade de parar o Roderick e deixa-o ir? Parece-me a mim que por pior que JJ tenha estado, está na hora do "melhores" usarem a cabeça, fazerem faltas quando devem ser feitas, rematar quando devem rematar e passar quando devem passar.

3- Convém dizer que 2 dos melhores, Ruiz veio da selecção com um "toque" e Dost sofreu também um "toque" em Madrid. Treinaram condicionados no final da semana e não acredito que estando a 100% não tivessem jogado de inicio.

4- E vamos jogar sempre com os melhores? Todos os jogos? E quando os melhores não puderem jogar? Pedimos dispensa ao jogo e agendamos para outro dia ou vamos confiar que os melhores serão capazes de fazer os mais de 50 jogos que podemos ter esta temporada sem perder rendimento na fase decisiva?

JJ esteve mal, mas esteve mal no sentido que não "partiu" a cabeça ao Adrien por não ter feito falta no meio campo sobre Roderick, mal no sentido em que vendo que Campbell não ajudava a defender e Ruiz não fazia o que lhe era pedido, não ter ainda na 1ª parte colocado Jefferson por Ruiz, adiantado Bruno César e posto Campbell ao meio.

Parece-me ainda que nos estamos a esquecer de mais 2 ou 3 coisas: No lance do primeiro golo, além da falta de inteligência de Adrien, existe ainda sorte na forma como Roderick ganha o ressalto ao Coates...
Esquecemos ainda que André na cara de Cássio e tendo o mesmo adiantado, opta por rematar à figura, ao passo que Guedes na mesma situação coloca a bola entre o Rui e o poste.

E claro não podemos esquecer que, quando tentamos a "remontada", temos Bryan a falar um golo, praticamente da mesma posição que o de Tarantini, e que de certo faria com que os cerca de 35m restantes, e tendo o Rio Ave a defender pudessem trazer um resultado menos negativo.

JG disse...

Caro RG
indo igualmente por partes:
Acho pertinente a referência à gestão do plantel. Não podem jogar apenas e sempre os melhores. Mas quem deve avaliar o tempo e o modo é o mister. Eu acho que ele avaliou mal. Foram mexidas a mais num campo tradicionalmente dificil e que tornaram a equipa menos capaz.Logo que a equipa entrou fiquei preocupado. Coisas de adepto. Não concordo com as boas indicações deixadas por Alan Ruiz. É um jogador lento, adinâmico. Tem sido feito um bom trabalho com ele mas o problema é da sua natureza competitiva. Temo que não tenha remédio. André desiludiu-me. Mostrara pormenores. Não podemos jogar com tantos jogadores com estas características. Outros jogadores erraram como Adrien no lance do golo. Mas a sua contribuição para a recuperação da equipa foi colossal comparada com a passividade dos que referi.
Bas Dost e Brian Ruiz deviam ter jogado de inicio, acho eu. Porque com eles e não o outro Ruiz e André estariamos a ganhar ao intervalo e poderiamos gerir na parte restante.
A segunda parte mostrou que numa situação normal teríamos ganho. Concordo que o falhanço do Ruiz bom foi importante. O mesmo aconteceu com um desvio do Coates. Campbell não ajudou Bruno Cesar, mas estranhamente Jj esteve pouco interventivo a pressionar o extremo talvez fruto das expulsoes.

RG disse...

Caro JG,

A questão é que não houveram assim tantas mexidas....tirando André, este foi o 11 que defrontou o Moreirense no sábado passado. Terá sido assim tanto tempo de diferença entre um e outro jogo para que mostrassem pouco? Ou foi o jogo de quarta feira que o fez perceber que não serão 1ª alternativa e desmoralizaram?

Depois de ver o jogo em Alvalade tinha apenas colocado Bas Dost e não André, mas tendo em atenção que o holandês veio tocado de Madrid, não sei até que ponto estaria em condições de entrar a todo o vapor.

Acho que a única coisa que se deve apontar a JJ é não ter mexido antes do intervalo, na minha opinião mal sofreu o 2ª golo.

Quanto a Ruiz, acho normal....veio de um campeonato onde a velocidade máxima é parado e, ainda teve alguns meses parado.

António Gomes disse...

Só vejo posts teus nas derrotas. Porquê?

JG disse...

Meu caro RG,
julgo que estamos mais próximos nos nossos comentários ao post do Cantinho. É o tempo a fazer o seu efeito. Percebo a referência ao jogo com o Moreirense, mas permita-me que refira o facto de eu achar que esse é exemplo certo para mostar o quanto arriscada foi a opção inicial -insisto na opção inicial, perdoar-me-á - de JJ. Recorda-se de Slimani? Claro que se recorda. A pressão que ele fez sobre a saída de bola dos cónegos foi ou não decisiva. Mas concordará que o Rio Ave é melhor que o Moreirense. Não havendo Slimani Alan Ruiz e André é um risco muito elevado. Bom, digerido este precalço esperamos que melhores tempos venham. É que, mesmo tendo perdido, mostrámos à evidência que somos muito melhores.
PS- João Mário e Slimani mostraram este fim de semana o seu valor extraordinário. J.Mário fez dois jogos pelo Inter de um nível soberbo. Muito melhor que a equipa e capaz de a potenciar. Poucos são capazes disso.

RG disse...

JG,

Slimani não jogou contra o Moreirense....Moreirense foi o adversário do ultimo fim de semana, fim de semana de 10/11 de Setembro, infelizmente por essa altura já Sli era fox à 11 dias. ;)

O 11 desse jogo foi praticamente igual: RP, Schelloto, Semedo,Coates,Bruno César, Adrien, William, Gelson, Alan e Dost.

Cantinho do Morais disse...

JG,

foram tiros nos pés a mais para um só jogo (que era muito importante - o FCP tinha empatado e o SLB joga contra um sempre difícil Braga).

JG e RG,

acho que foram muitas mudanças. É preciso notar que, além de J. Mário e Slimani (que ainda jogaram nesta liga, há cerca de 1 mês), ainda se mudaram os 2 avançados de Madrid, um ala e 2 defesas laterais.
O plantel parece oferecer opções? Talvez, mas não será ainda cedo para isso?
Schelotto não entendo que jogue. Ponto. Consegue ser pior que o Miguel Lopes. Aliás, o M. Lopes tem 2 vantagens face a Schelotto: não está no plantel do Sporting (logo não há o risco de jogar); no final da época só terá 1 época mais de contrato (Schelotto ainda terá 2 ou 3...).
Depois não entendo que Markovic seja a 1ª opção em Madrid e, depois, o titular é o Campbell. Mal por mal, o Markovic conhece melhor o JJ e sabe que todos têm funções defensivas (e foi aí que perdemos o jogo).
Também é preciso notar que William, Adrien e Patrício (com maior prejuízo para os 2 primeiros), só tiveram 2 semanas de férias, devido à péssima pré-época que fizemos que levou que tivessem de regressar mais cedo. Fisicamente, é algo que se pode começar a notar, ainda mais em 2 jogos de exigência máxima, como seriam Madrid e Vila do Conde.

Relativamente ao processo defensivo, sinceramente, esta época só foi brilhante (e ainda assim perdemos) contra o Real. Com o Marítimo, não fosse o Patrício e aos 10m já estaríamos a perder. Com o Paços, a 5m do fim, Cícero ficou na cara de Patrício. Com o FCP, a 1ª bola na nossa área deu golo. Com o Moreirense (com 10), podiam ter empatado perto do intervalo e o Patrício sacou duas perto do fim. O que ontem houve a mais do Rio Ave, a eficácia (e no 1º minuto já podíamos estar a perder), houve a menos nos restantes adversários.

RG,
não estou já em modo depressivo, mas ontem fiquei muito desiludido porque o Ego não ganha jogos (e muito menos campeonatos). Fizemos tudo mal e tínhamos de entrar nesta Liga com tudo. Entrar "a matar" para assistirmos de cima à luta por nos alcançarem. O SLB, sendo uma nulidade nesta Liga, hoje já tem a liderança numa bandeja. E só hoje vai fazer o 2º jogos em casa. Nós já fizemos 4 (próxima jornada será o 4º em 6 jornadas...). E o SLB já venceu onde o FCP empatou e onde nós, a jogar como jogámos ontem, arriscamos a deixar lá pontos.

SL

Cantinho do Morais disse...

caro António Gomes,

"Só vejo posts teus nas derrotas. Porquê?"

Fácil: porque o meu caro só aparece por cá nas derrotas (por sorte, têm sido poucas as vezes - quando digo "sorte" é devido ao número reduzido de derrotas, não às suas escassas visitas - aqui é sempre bem-vindo).

RG disse...

Cantinho,

Houve mudança a mais em relação ao jogo com o Real, porque em relação à última vitória, apenas mudou André.

Verdade que temos mais jogos em casa, mas em contrapartida já defrontamos o 3, 6 e o 7. Ao passo que o slb mesmo jogando menos em casa defrontou 16,15,5,11.

Ainda bem que se falou na questão física... Porque a malta parece ter esquecido que o Rio Ave tem mais um mês de preparação que o Sporting, e quer se queira quer não, faz por esta altura a diferença.

JG disse...

RG tem toda a razão, estava a pensar no jogo com o Paços de Ferreira. Mas a imagem que pretendia transmitir era a adequada como o meu caro percebeu.

Cantinho, concordo com a totalidade das considerações. Mudanças voluntárias a mais num contexto em que tinham acontecido mudanças inevitáveis muito importante. Como dizia um velho slogan, com o qual muitos não concordarão, "too much sex makes you short sighted". Neste caso é apenas trocar sexo por mudanças.

Cantinho do Morais disse...

RG,

"Houve mudança a mais em relação ao jogo com o Real, porque em relação à última vitória, apenas mudou André."
Sim, mas o adversário (e o campo) não era o mesmo. O Moreirense não é o Rio Ave. Rio Ave é uma equipa consolidada na nossa Liga, com jogadores bons e experientes, ainda mais jogando em casa. E nós raramente sacamos bons resultados contra eles (seja fora ou em casa).
E bem lembrado esse pormenor de 1 mês a mais de preparação. Nesta fase, isso conta. Por isso é que as equipas de leste são péssimas para se apanhar até Dezembro para as provas europeias (pior ainda nas pré-eliminatórias), pois estão com grande andamento.

JG,
mais um velho slogan: pelos vistos a nossa liderança "foi tesão de mijo". Já era.

SL

RG disse...

Cantinho,

"O Moreirense não é o Rio Ave"

Estamos de acordo, acho que o Moreirense e o Pepa são mais e melhores que o Rio Ave e o Capucho. No entanto existe a diferença de jogar fora e em casa mas....se queremos ganhar mais do que apenas o campeonato, as 2ª linhas ( pelo menos em relação ao jogo de Madrid têm de fazer mais e melhor, e neste jogo devia ter sido aproveitado).

Atrevo-me a dizer que na segunda volta goleamos e bem este Rio Ave. Fica aqui escrito!!!

Quanto à liderança...veremos se não a recuperamos já no próximo fds ;)

Cantinho do Morais disse...

RG,

Para este jogo eu admitia mudar um lateral e médio/avançado. Mais nada. Com o decorrer do jogo, iam entrando Elias (Adrien tem de descansar) e outros da frente, as tais 2ªs linhas.
Ainda é cedo para que as 2ªs linhas se consigam impor nos Arcos. Campbell, André e Markovic têm 2 semanas de Sporting (sim, porque uma delas foi nas selecções).

A liderança? Não acredito. O SLB só poderá voltar a perder pontos no confronto directo com os rivais. Já vi e conheço este filme. Agora depende de onde e a que distância estaremos quando isso a acontecer.

ps: e o Estoril será melhor que o Marítimo e Moreirense que vimos em Alvalade.

RG disse...

Cantinho,

SLB vai perder mais vezes pontos que na época passada....pode ficar escrito, que no fim me responsabilizarei pelo que disse ;) Defensivamente está pior, embora a comunicação social o tente fazer desaparecer, e no ataque sem Jonas outra música canta ;)

Quanto ao PS, continuo a achar que o Moreirense é melhor dirigido que o qualquer uma das outras 2.

Cantinho do Morais disse...

RG,

sem Jonas, estão na liderança. Grimaldo é um upgrade brutal e mesmo concedendo mais oportunidades, os adversários são perdulários.
E com tanta lesão, só podem melhorar, não?
E nós, estamos melhores ou piores? Parece óbvio...

O Moreirense poderá vir a ser melhor. Mas ainda não é (pelo menos do Estoril).

RG disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RG disse...

Cantinho,

Estão de facto sem o seu 10....mas os jogos sem ele mostraram dificuldades em facturar, veja-se Besiktas, Tondela, Setúbal.
Sim, o Grimaldo é um upgrade muito bom, mas aquelas rotinas que ficaram de JJ estão lentamente a perder-se e, hoje em dia, nota-se maior dificuldade na altura de deixar os adversários em fora de jogo e, como tal, têm sofrido e deixado que os adversários tenham oportunidades...que depois são ou não aproveitados, infelizmente Rafa na supertaça, o gigante turno na CL ou o Nathan do Tondela não tiveram "sorte" para tal.

E com tanta lesão, só podem melhorar, não?
E nós, estamos melhores ou piores? Parece óbvio...

Neste momento titular naquele 11 só falta o Jonas, e deixo apenas a minha opinião, acho que este ano não será tão decisivo, ao nível de "facturação".

Nos ainda estamos a integrar os elementos que vieram no final de mercado, não me parece que estejamos melhor nem pior...mas como referi anteriormente já defrontámos adversários de mais valia que o rival e, na próxima jornada fora de casa teremos outro.

Concordo em discordar...

Acho que o Moreirense já é melhor que o Estoril...e tenho a certeza que isso se irá verificar na sexta! Uma quis ter bola e jogar para tentar marcar ( e até mostrou qualidade para isso ) e quem sabe ganhar, a outra vai jogar para o empate e perder por poucos.

Não sei ,e do que vi na época passada, se o Fabiano tem mais qualidade que o Pepa e no jogo das 2 equipas não noto.

RG disse...

"RG tem toda a razão, estava a pensar no jogo com o Paços de Ferreira. Mas a imagem que pretendia transmitir era a adequada como o meu caro percebeu."

Caro JG,

Percebi sim....mas queria apenas mostrar que contra o Moreirense tivemos muitos bons momentos e, contra uma equipa que também tinha bola e as mudanças desse jogo para o de Vila das Aves foi apenas André.

O que para mim mudou foi a forma como JJ quis pressionar, a falta de apoio defensivo e falta de "genica" no momento atacante de Campbell, Ruiz ou André. Claro que a forma como Capucho, que acho fraquinho e a classificação final o vai provar, também percebeu que não tendo qualidade para jogar, devia aproveitar a velocidade das 2 motas que tinham a na frente e mal ganhassem a bola a deviam bombear para as costas do laterais.

No entanto já passou e agora temos de ir a Guimarães buscar os pontos perdidos na época passada e assim, recuperar os 3 que perdemos agora e tinhamos vencido o ano passado.