quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Champions? Aqui? Não me façam rir...


Apesar das constantes "lições de sportinguismo" por parte do Presidente, e dos recorrentes ataques contra a sua militância e apoio à equipa (estes vindos do Treinador), mais uma vez, os sócios e adeptos lá foram a Alvalade ver jogar o Sporting. Ontem, num feriado e no centro das férias de Verão, foram "só" 46 mil espectadores. Realmente, muito poucos.. Ainda mais quando o Sporting é um clube cheio de vitórias no Futebol, e que brinda sempre a assistência com exibições de luxo.

Esta eliminatória vale muito para o Sporting. Se, para uns, vale dinheiro (para gastar em 15 reforços e ordenados desproporcionais ao rendimento), para outros vale Prestígio, Orgulho e Confiança para o Futuro. De igual modo, uma passagem à fase de grupos da Champions League recoloca o Sporting no espaço dos grandes clubes. Mas é aí que merecemos estar? 

À imagem do último jogo, apesar da vontade em resolver cedo o jogo, pressionar alto e impor alguma velocidade, a verdade é que a equipa do Sporting jogou pouco, muito pouco. 
Os erros que se viram nesse jogo, voltaram-se a repetir. O que mudou? A qualidade do adversário (este Steaua é superior ao Vitória, mas inferior a um Rio Ave), e ausência de erros parvos na defesa, à imagem do penalti que deu a última vitória.

O jogo que, hoje, o Sporting oferece "é uma seca". Tudo previsível. Bola do Central para o Lateral. Do Lateral vai para o Extremo. O Extremo corre sozinho com a bola. Extremo cruza (geralmente mal), para um Dost cada vez mais (e mais marcado). Este tipo de jogo, tão bem "trabalhado" no final da época de Leonardo Jardim e em todo o curto reinado de Marco Silva, voltou ao Sporting.
Bola no meio, tabelinhas, jogo entre-linhas, avançados de frente para o jogo, bola em espaços interiores.. tudo isso é uma miragem. 
Juntando a isto, os únicos jogadores do plantel que, no meio-campo, sabem o que fazer com uma bola (William e Bruno Fernandes), não jogam. Ficam Battaglia e Adrien. Um meio-campo sem cérebro, que pode dar jeito em alguns contextos, mas nunca num jogo em que tem de se Vencer e perante adversários tão fracos. Pior que isso, é constatar que Adrien está fisicamente de rastos, não podendo contribuir de forma tão eficiente no jogo. Então porque joga? É mais um dos mistérios que caracterizam a preparação desta equipa.

É claro que todas estas limitações e banalização táctica da equipa, convergem num futebol pouco apelativo, apático e nada perigoso. Os adversários estão, quase sempre, confortáveis. Contam-se pelos dedos de uma mão, as reais oportunidades de golo (e já estou a exagerar).
Assim, é muito difícil...
O Sporting, com um mês de trabalho de Jorge Jesus, jogava muito mais futebol do que joga ao fim de 2 anos. Isto não é normal.

A forma como Acuña e Gelson são "largados", com a bola, à sua sorte define bem a tristeza exibicional e a carência de soluções que o actual jogo do Sporting oferece. A isto, acresce-se uma total incompetência para se aproveitar os numerosos lances de bola parada que surgem perto da área adversária. Estes, ou resultam em cruzamentos "balão", ou morrem no 1º adversário que encontram, ou correspondem a "lances estudados" dignos de uma equipa de INATEL que nunca treina junta. 
Nos últimos 5 minutos de jogo, apesar de já se estar a jogar contra 10 há 10 minutos (e estar 0-0...), JJ brindou-nos com a presença de Iuri Medeiros em campo. Nesse período, marcou um livre e um canto. Alvalade há muito que não via uma bola tensa para dentro da área adversária. Se Iuri passar a jogar mais minutos, de certeza que vai perder essas qualidades. Por isso, obrigado JJ por manteres este jogador longe dessa perdição. Há que mantê-lo assim, puro.

Estes 2 últimos jogos, em casa, deviam elevar a equipa e trazer-lhe segurança exibicional e confiança para os desafios (mais duros), que terão lugar no sábado (Guimarães) e 4ª feira (Steaua, na Roménia). Mas isto é o Sporting. E sendo assim, optamos sempre pelo caminho mais difícil. Deve ser esta a adrenalina que nos move (e que, lentamente, nos mata).

Mas nem tudo é mau. Se formos para a Liga Europa (onde estão as equipas do nosso nível), garantimos, já, 3M de €. Não é muito, mas já ajuda a pagar meia-época de Jorge Jesus. Ok, falta o resto. Mas 3M sacam-se bem de uma venda de Schelotto, Marvin, Douglas, Rossel, Slavchev ou Heldon.
Bem, esta parte era a brincar.

9 comentários:

RMSCP disse...

Ainda não consegui ver um único jogo oficial por isso não posso comentar acerca da qualidade da equipa.


"O Sporting, com um mês de trabalho de Jorge Jesus, jogava muito mais futebol do que joga ao fim de 2 anos. Isto não é normal."

Isto foi o que me fez mais confusão a época passada e, pelos relatos que tenho ouvido, piorou novamente. Como se explica isto? Será que se fôssemos buscar o Guardiola mais tarde ou mais cedo o transformaríamos num Paulo Sérgio desta vida? O que é que acontece no Sporting que faz com que os treinadores decidam deixar de jogar futebol e limitarem-se a por a equipa a bombear bolas para a área? Juro que não percebo nada disto...

Cumps

Cantinho do Morais disse...

RMSCP,

ontem, olhei para este Sporting de JJ e vi o Sporting de Sá Pinto. A diferença é que um tem Coates e Mathieu e o outro tinha Xandão e Boulahrouz...
Haverá mais segurança defensiva, mas e adversários para testar isso? Ainda assim, por duas vezes, o Steaua teve homens isolados com Patrício.
O vazio é enorme.

Também me questiono se há um treinador para o Sporting. Nem com Guardiola íamos lá. O problema é mais profundo.
Ninguém sente pressão e responsabilidade em representar e defender o Sporting. Se formos para a Liga Europa, ficarmos novamente em 3º, vencermos "bola", tudo ficará na mesma. Haverá lamentos, promessas de ressurreição e mas é só.

E sem esse sentido de responsabilidade, dificilmente sairemos deste buraco. JJ foi uma desilusão. E custa-me escrever e assumir isto.

SL

RMSCP disse...

"E sem esse sentido de responsabilidade, dificilmente sairemos deste buraco. JJ foi uma desilusão. E custa-me escrever e assumir isto."

A mim também me custa bastante. Eu sempre defendi que, para o Sporting elevar o seu nível, teria de ter um treinador superior aos que tinha vindo a ter. A chegada de JJ foi o teste à minha teoria e a realidade é que esta foi validada nesse mesmo ano. Apesar de apenas termos ganho a Supertaça, o Sporting praticou o melhor futebol que já vi nas suas equipas e foi apenas por mera infelicidade que não vencemos a Liga e que fomos eliminados prematuramente da Taça. Practicamente todos acreditavam que, a jogar assim, mais tarde ou mais cedo a glória iria cair para o nosso lado.

No entanto, no ano seguinte, toda a qualidade que tínhamos desapareceu e até hoje ainda não voltou. O plantel, apesar de não ter sido (mais uma vez...) planeado da melhor forma, não é assim tão inferior ao da 1ª época de JJ. As escolhas de JJ sempre foram dúbias (já no Benfica eram) mas as equipas dele eram sempre muito fortes colectivamente mesmo com esse "handicap". O que mudou? Só vejo duas razões: ou todo o sucesso do JJ no Benfica e, em parte, no Sporting foi mero acaso que nada teve a ver com a sua qualidade ou o JJ regrediu. Não sei qual delas será a correcta mas a realidade é que o Benfica continua a ganhar e o Sporting continua a perder.

Enfim, cada vez mais parece que a chegada JJ foi (mais uma) oportunidade desperdiçada pelo Sporting para catapultar a sua qualidade para o nível da dos rivais.

Cumps

Anónimo disse...

infelizmente fiquei a pensar o mesmo, depois do jogo de ontem!!!!
oxalá o jogo da segunda mão na roménia me diga o contrário.....oxalá!!!!!

ÁLVARO PASSEIRA disse...

Em quase todas as secções o Sporting tem bons treinadores (futsal, andebol, futebol feminino, etc.etc.) qual a razão de estarmos reféns de um treinador que está sempre a desculpar-se e que, em tudo aquilo que diz, se enterra? Praticamos um futebol miserável,ainda que tenhamos alguns jogadores de qualidade, quem se responsabiliza por isso? Porque é que treinadores sem grandes meios conseguem organizar boas equipas? Chega de desculpas, JJ tem a obrigação de fazer mais e melhor, já não há pachorra para tanta lamechice...

Cantinho do Morais disse...

RMSCP,

vou pensar que JJ regrediu. O SLB dele jogava à bola, este joga pouco (mas, hoje, joga melhor que nós).
Cuidado com os elogios ao continuado sucesso do SLB. Não foram superiores ao Sporting de LJ e JJ nem ao FCP de Lopetegui e NES. E venceram. A "sorte" deles nem sempre vem da qualidade dos seus jogadores (e são muitos aqueles que são, realmente, bons). Muitas vitórias já estão "benzidas" antes da "missa".
Vamos ver se JJ quer mudar e crescer. Se assim não for...

SL


Anónimo,
há tempo e espaço para recuperar. 0-0 não é péssimo. Temos jogadores para ir à Roménia passar a eliminatória. Veremos se temos equipa...


Álvaro,
não há desculpas. Sem dúvida. O Sporting tem de nos dar, rapidamente, uma alegria. Já passou o tempo de "crescimento". Tem de ser agora.

SL

Benfica Live disse...

Querem a opiniao de um benfiquista? So digo que JJ esvaziou o balão , o primeiro ano todos estavam encantados , era muita coisa a favor , vinha campeão do benfica , equipa jgava futebol espectáculo , e os jogadores saiam valorizados , então o JJ tinha tudo sobre controlo , ainda para mais derrota o Benfica e ganha a supertaça.

O problema foi que essa fase de encanto já terminou e JJ perdeu o balneário com calinadas e situações internas com o Elefante em loja de vidro (Presidente) , ou pelo menos os jogadores já não sentem nada daquilo que sentiam quando entrou no Scp e estão fartos daquele clima.
A partir dai vai ser sempre a descer , porque já perceberam que afinal JJ não é o que sonhavam ser e o clube com estes dois ao leme jamais irá melhorar!

Oiçam , comandante Moura , oiçam Octavio , está tudo lá , e se houver duvidas oiçam a escuta do presidente e percebam como ele funciona.

Anónimo disse...

O benfiquista o que tem a dizer do "menino querido para vos servir"? Qual a opinião do benfiquista "nas nossas missas só jogam os padres por nós escolhidos... tudo graças ao nosso primeiro ministro"?

A culpa também é do Bruno de Carvalho?

Leiam os mails "está tudo lá , e se houver duvidas oiçam a escuta do presidente (vieira no apito dourado) e percebam como ele funciona".

Basco "O Leão"

Cantinho do Morais disse...

Caro Basco "O Leão",

muito obrigado.

SL