sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Liga Europa


Ontem, após o jogo do Rio Ave, o isento jornalista benfiquista Paulo Garcia, questionava o isento comentador vermelho Jorge Baptista sobre "o que é Portugal pode esperar do Sporting na Liga Europa?".

A resposta, do expert na matéria, foi clara: "Pode esperar muita coisa (...) Grande parte dos possíveis adversários são equipas do meio-tabela dos principais campeonatos europeus". 
(o conteúdo foi este, não posso garantir se foi mesmo esta a ordem das palavras).

Veremos os possíveis adversários, só para os 16avos-final (e respectivos posicionamentos nos seus campeonatos):

Liverpool  (Inglaterra - 9º em 20 equipas)
Roma  (Itália - 2º em 20 equipas)
Ajax  (Holanda - 2º em 18 equipas)
Anderlecht  (Bélgica - 3º em 16 equipas)
Sevilha  (Espanha - 4º em 20 equipas)
Villarreal  (Espanha - 6º em 20 equipas)
Tottenham  (Inglaterra - 10º em 20 equipas)
Wolfsburgo  (Alemanha - 2º em 18 equipas)
Celtic  (Escócia (1º em 12 equipas)
PSV  (Holanda - 1º em 18 equipas)
Torino  (Itália - 17º em 20 equipas)
Dnipro  (Ucrânia - 3º em 14 equipas)
Young Boys  (Suíça - 3º em 10 equipas)
Aalborg  (Dinamarca - 6º em 12 equipas)
Guingamp  (França - 16º em 20 equipas)
Trabzonspor  (Turquia - 7º em 18 equipas)


Contando que ainda há equipas na Liga Europa como Nápoles, Zenit, Inter de Milão, Everton, Fiorentina, Borussia M'gladbach, Olympiakos, Dinamo de Moscovo e Dinamo de Kiev, será que Jorge Baptista tem assim tanta razão no seu optimismo?

Ou não será exagerado colocar tanta pressão e favoritismo numa equipa onde, esta época (exceptuando Patrício, Nani e, talvez [não sei bem], Adrien e Capel), todos os jogadores fizeram a sua estreia na Liga dos Campeões?

3 comentários:

Dimitris Nalitzis disse...

Nem me agarro tanto às posições nos campeonatos, mas mais à qualidade individual que muitas dessas equipas têm.

Liverpool, Roma, Tottenham têm muitos jogadores que seriam titulares no Sporting sem esforço. As mais bem classificadas até são as piores equipas, de campeonatos mais fracos de forma geral.

Mas é normal, para outros é um grande feito eliminar um Tim Sherwood, mas nós temos de varrer o Pochettino com duas goleadas. Nada de novo.

Cantinho do Morais disse...

Nalitzis (tanto para dizer sobre este nick...),

Além desses que falas, mencionaria também o Wolfsburg e Villareal (só para falar das que podem calhar agora). Gosto muito de ver estas equipas a jogar.
O melhor seria mesmo o Guingamp, Aalborg ou Young Boys.

E claro que o que estará sobre a mesa da discussão serão os clubes adversários e não os seus treinadores. Ninguém irá referir que Pochettino sabe mais de futebol do que Sherwood, que deve ser o Paulo Sérgio lá do burgo.

Lourenço disse...

Os 5 primeiros podiam ser o caminho até à final.
Não necessariamente por essa ordem.
Trocava os belgas pelo totem ou pelo psv.

Se é para andar pela Europa que seja contra equipoes.
Dispenso idas à Rússia e outros gelos desses.

Se é para ir à final que seja um percurso difícil, não eliminatórias à fcporco (cagoes).
Se é para cair, que se caia com um grande ou histórico da Europa.
Agora andar a arriscar o campeonato porque se joga à quinta, com desgaste, etc, que valha o espectáculo !

Sim.
É preciso ser um asno jornalístico para não perceber que este ano, esta temporada, é uma das melhores de sempre da Europa league.