domingo, 22 de janeiro de 2017

Não é sorte nem é azar, é ROUBO!


Não há nenhuma equipa no Mundo que alcance os seus objectivos goleando sempre.
Não há uma única equipa no Mundo que chegue ao 1º lugar sem, pelo menos uma vez, ter jogado muito mal, mas ter ganho esse jogo.
Da mesma forma, não há uma única equipa do Mundo que mantenha a confiança própria, no trabalho que produz, e que se mantenha motivada se não consegue vencer.

Vencer. O Sporting precisa de vencer. Não é no final da época, é agora. Só vencendo é que TODOS passam a acreditar que podem ser e fazer melhor.

Ontem o Sporting não merecia perder. Talvez não merecesse ganhar. Mas jogou, dominou e marcou mais que o adversário, e tudo de forma legal. Ainda assim, mais uma vez, não chegou para vencer.

Isto não é uma competição, é um circo. E fizeram do Sporting o palhaço principal.

Não gosto de circos e, muito menos, de palhaços. 
Não contem comigo para esta merda.


ps: perdoem-me, apesar de manter-me coerente com a minha posição sobre estas matérias, hoje não é dia de "joguem à bola", "pusemo-nos a jeito" ou "o plantel é fraco". Guimarães, Nacional, SLB, Braga e Marítimo. Esta época não fazemos mais que o 5º lugar.

23 comentários:

Manuel HB disse...

Cantinho, o árbitro esteve bem. Infelizmente o fiscal (no lance de Ruiz) teve influência no resultado. Arbitragens tendenciosas notam-se ao longo do jogo, muitas vezes nem são precisos lances dentro da área / amarelos / expulsões. Não foi o caso da arbitragem na Madeira (na minha opinião).
Um abraço.

Manuel HB disse...

Braga perdeu, "excelentes" (tudo considerado) notícias para nós.

JG disse...

Meu caro Manuel julgo que os lamentos do Cantinho são para a equipa de arbitragem. Não é a primeira vez que o problema recai nos erros do fiscal de linha. Em Setúbal foi o fiscal de linha que sinalizou o pénati sobre o Edinho. Talvez valha a pena ponderar a importância acrescida dos fiscais de linha, na concretização deste tipo de roubos de sacristia.
O que choca mais depois de coisas como esta é o nível dos comentários. A questão do fora-de-jogo é desvalorizado das mais diversas formas. Um árbitro que comenta no Record acha que o fora-de-jogo mal assinalado anulou uma jogada de perigo, o pivot da sic noticias, um lampião dos quatro costados, em trinta segundos já tinha enfatizado três ou quatro vezes que o golo tinha sido marcado já com o jogo interrompido. Sacanices.
O Sporting cometeu tantos erros, asneiras de caixão à cova, teima em não os corrigir, como se percebe pela inércia neste mês de Janeiro, mas sinceramente bastariam os jogos de Guimarães, Benfica e o de ontem para estarmos com os mesmos pontos do líder.
Intervenções "correctivas" das equipas de arbitragem criteriosamente distribuídas ao longo do calendário são eficazes e determinam custos nos níveis de confiança da equipa e na qualidade do jogo colectivo.

jorgen80 disse...

Uma verdadeira equipa vencedora, com alma de campeã, com boa estrutura, está sempre um passo â frente de um ou outro erro da arbitragem.
Não é por acaso que um terço do plantel vai ser despachado, ou esta-se a tentar despachar, este mês. É a confirmação clara de como a época foi muito mal preparada.

RG disse...

"Uma verdadeira equipa vencedora, com alma de campeã, com boa estrutura, está sempre um passo â frente de um ou outro erro da arbitragem.
Não é por acaso que um terço do plantel vai ser despachado, ou esta-se a tentar despachar, este mês. É a confirmação clara de como a época foi muito mal preparada."

Tem razão Jorgen80....foi mesmo devido a isso que o SLB venceu na Luz o SCP e depois na semana a seguir foi a Estoril vencer a equipa local! Porque estava um passo à frente ou melhor 4 passos à frente.

Manuel HB disse...

JG,

Percebi que o referido "circo" tem a ver com um conjunto de casos ocorridos em vários jogos (o «erby foi flagrante), além de ter lido um post (aqui na caixa de comentários) do Cantinho há umas semanas que expressava desagrado por isso mesmo, uma longa sequência para links no twitter.
Eu referia-me em exclusivo ao jogo da Madeira: nada do que por lá se passou indicia uma arbitragem tendenciosa ou má fé. Trata-se meramente duma impressão, lógico, já que não estamos na cabeça do fiscal para saber o que ele pensava naquele momento.

Jorgen80,
Não é por acaso que as equipas que normalmente se queixam das arbitragens são simultaneamente as mais fragilizadas, as que demonstram menos competência relativamente aos rivais próximos (na tabela) e que exibem mais dificuldade nos "seus campeonatos". Isso é de época para época nítido no topo da tabela (caso do Sporting) e no fundo, para equipas que lutam pela manutenção. O Rui Vitória quando no ano passado durante 3 ou 4 meses apanhava bonés não queria ser comido de cebolada. Este ano NES queixa-se reiteradamente de arbitragens ao passo que o seu FCP demonstra evidentes problemas, mesmo quando ganha.

"Não é por acaso que um terço do plantel vai ser despachado, ou esta-se a tentar despachar, este mês." Anúncio do qual os jogadores do Sporting foram informados pelo facebook. Anunciam-se dispensas antes de se tratar dos casos (independentemente dos nomes dos dispensados). Isto é de gente completamente a leste.

Cantinho do Morais disse...

Jorgen80,

sinceramente, acho que já percebeu que este espaço não é de "massas" nem de gente "acrítica" e "acéfala". Desta forma, esse discurso que aqui coloca é valido, mas não para o Futebol Português.
A não ser que, quando fala em "estar um passo à frente" se esteja a referir a isto:
http://comquemsporting.blogspot.pt/2017/01/castelo.html


RG,

"foi mesmo devido a isso que o SLB venceu na Luz o SCP e depois na semana a seguir foi a Estoril vencer a equipa local! Porque estava um passo à frente ou melhor 4 passos à frente."

Não acho que foram "passos à frente" que lhes deu a vitória, foram mesmo "mãos".

Cantinho do Morais disse...

Manuel HB,

como JG bem disse, não referi ao árbitro, mas à arbitragem. Não vamos ignorar os auxiliares. Não vamos ignorar o que fazem e não fazem. Este auxiliar tirou-nos 1 golo. Na mesma jornada, ofereceu 1 golo ao FCP. Há 2 semanas tirou-nos de uma competição. Na Luz, não conseguiu ver o penalti do Nelson Semedo. Há 1 ano, só viu a bola fora do campo depois de Slimani marcar o golo ao CSKA (tirando-nos 20M de euros). Há muitos anos, viu uma bola no peito ser mão de Pedro Silva, tirando-nos um título, etc, etc, etc.
Repare que até as boas decisões que tomam, vem sempre alguém removê-las (vide Cosme Machado na época passada contra a Académica).

A equipa tem os problemas que já tantas vezes falamos e eu não me canso de os denunciar (porque é disso que gosto de falar, do jogo; e porque opto sempre por, primeiro, resolver os problemas do meu clube, do que os problemas que não podem ser resolvidos pelo Sporting), mas isso não implica que se atire, ainda mais, com o trabalho para o lixo.
Nada suporta nem aguenta isto. Podes ter tudo melhor (treinador e jogadores), mas isso pode não ser suficiente. Até podes marcar mais golos que o adversário que isso não chega para ganhar.
O que é isto então?

Mas voltemos ao Sporting... a questão das dispensas "pelo facebook" é só mais um exemplo do amadorismo que reina neste clube. E assim continuará.

SL

RG disse...

Cantinho,

Não acho que foram "passos à frente" que lhes deu a vitória, foram mesmo "mãos".

Pelos 4 passos referia-me aos que os outros 4 elementos do jogo deram para que vencessem.

Vi um pouco de PMR ontem na TVI24 e estava a ser destruido pelo Zé Eduardo...muito mau! Hoje fala-se do Mário Patrício. Tenho-o em boa conta, pelo facto de o conhecer pessoalmente, várias forma as vezes que visitou o pavilhão da equipa que representei em futsal, para ver jogos de andebol, e em conversas que tínhamos com os colegas do andebol (treinadores e jogadores ) pareceu-me ser ponderado. No entanto acho que não tem o carisma para ser ele a solução.

Assim sendo....só continuo a ver uma possibilidade!

Cantinho do Morais disse...

RG,

eu percebi o "passos". adicionei só um pouco de realismo: "mãos".

quanto aos candidatos, eu quero é reais candidatos e projectos pensados, lúcidos e exequíveis. Utopias e populismos já temos que chegue.
De PMR bastou-me a apresentação da candidatura. Fiquei extremamente triste. É verdade, para já, só há uma possibilidade para Presidente do Sporting.

ps: não vejo nada de TVI24, CMTV, SicNotícias, etc, etc.
Estou a fazer e a cumprir. Cada vez vejo menos futebol.

Manuel HB disse...

Cantinho,

"Podes ter tudo melhor (treinador e jogadores), mas isso pode não ser suficiente."

O último campeonato enviesado foi há 12 anos, na recta final de 2004/05 que incluiu o jogo na Luz. Em Portugal 99% das vezes é suficiente ter a melhor / mais competente equipa (englobando jogadores, treinador e a dinâmica entre as partes). E volto a sugerir que ao contrário da arbitragem (como exemplo) há umas semanas no estádio da Luz, a da Madeira não foi tendenciosa nem se percebeu qualquer intenção de prejudicar o Sporting.

Anónimo disse...

Caro,

Manuel HB

DE FACTO, ATÉ PODERÁS TER RAZÃO... "NA MADEIRA A ARBITRAGEM NÃO FOI TENDENCIOSA , E NEM TÃO POUCO PARECEU TER INTENÇÃO DE PREJUDICAR O SPORTING"!!!!

Mas a verdade...é que PREJUDICOU!!!!tal como em : GUIMARÃES, MADEIRA(NACIONAL), BENFICA, BRAGA!!!!e meus caros contra ESTAS SITUAÇÕES, POR MELHOR JOGADORES QUE HAJA, POR MELHOR TREINADOR QUE TENHAMOS...não há MILAGRES!!!SE É QUE ENTENDEM!!!

Para terminar, apenas uma pequena historieta (neste caso verdadeira):`"à cerca de 01 mês um AMIGO MEU alugou um apartamento, e confidenciou comigo: "OH PA, O GAJO SÓ QUER PAGAR EM NOTA!!!", como não estava a entender, pedi para esclarecer: "O TIPO É "LAINER" NOS CAMPEONATOS NACIONAIS", E EU CLARO...CHEGUEI LÁ RAPIDAMENTE, OU SEJA, COMO JÁ DEVEM TER PERCEBIDO, ISTO É GENTE COM MUITA LIQUIDEZ, E NÃO PRECISAM DE CHEQUES...

1 ABRAÇO E SL



JG disse...

Meu caro Cantinho, uma boa noticia finalmente. O Sporting devolveu o Markovic à precedência. Tal como dizia o outro: mas ela mover-se. Isto acerca da dificuldade em reconhecer o óbvio no que se refere às contratações falhadas e da necessidade de recorrer às fontes ... primárias.
Um bom lugar para ser ocupado pelo Iuri, que está de volta aos seus tempos mais recentes no Moreirense e Arouca e leva o Boavista às costas tabela acima.

JG disse...

Meu caro Cantinho, uma boa noticia finalmente. O Sporting devolveu o Markovic à precedência. Tal como dizia o outro: mas ela move-se. Isto acerca da dificuldade em reconhecer o óbvio no que se refere às contratações falhadas e da necessidade de recorrer às fontes ... primárias.
Um bom lugar para ser ocupado pelo Iuri, que está de volta aos seus tempos mais recentes no Moreirense e Arouca e leva o Boavista às costas tabela acima

jorgen80 disse...

Cantinho do Morais,

Como o Benfica por essa altura, tinha razões de queixa, não digo que o Sporting por esta altura, também não as tenha. Mas ambas, não apagam o essencial: A má formação dos planteis( No Sporting, há ainda outros factores que têm menor ou maior influência no momento atual, mas foquemos no mais relevante).
O facto do Rui Costa, Vieira e Jesus se queixarem, é apenas uma forma de se protegerem da ira dos adeptos; de procurar desculpas externas. Mas os adeptos mais perspicazes não se esquecem dos 8 milhões investidos num Roberto, que praticamente nos dez primeiros jogos, arredou o Benfica do título.
Um adepto inteligente, em vez de se queixar da arbitragem, queixa-se, primeiramente do que vai mal no seio do seu clube. Não sou Sportinguista, mas é fácil constatar que fora o onze mais utilizado, pouco jogador pode ser considerado uma real mais-valia ao plantel.
O Benfica, por esta altura, já rodou o plantel todo, e deu oportunidade a miúdos como o Yuri Ribeiro de se estrear com a camisola do Benfica; Zivkovic, 5 ou 6 escolha no início do campeonato, hoje por hoje é titular. E isto sem Jonas e Jardel durante 6 meses; Sem Grimaldo durante 4 meses. Veja-se o que acontece ao Sporting se fica sem Adrien durante 10 minutos...

Há depois o lado comunicacional do clube, que procurou ou procura manipular os adeptos, tentando convencê-los que o 4 lugar que ocupam se deve a erros da arbitragem, e que se não fossem os 10, 12, ou 15 pontos gamados, estariam em primeiro. O contra senso aqui, só entra, quando um terço do plantel é para ser despachado já este mês. Se os factores fossem realmente externos, então o plantel teria forçosamente que ir até ao fim. Ponto.

Nos últimos tempos, porém, deve-se ressalvar o facto de os adeptos terem percebido quem realmente deve ser chamado à razão. E isso é muito, muito bom sinal, é sinal que a ignorância já não lidera as massas.

Cumprimentos

RG disse...

"Nos últimos tempos, porém, deve-se ressalvar o facto de os adeptos terem percebido quem realmente deve ser chamado à razão. E isso é muito, muito bom sinal, é sinal que a ignorância já não lidera as massas."

Para rir?

jorgen80 disse...

RG,

O Sporting está a vender metade do plantel. As contratações são da responsabilidade dos árbitros?
Não consigo entender a vossa forma de pensar futebol e o Sporting, mas aqui algo não bate certo.

RG disse...

O Sporting está a vender metade do plantel. As contratações são da responsabilidade dos árbitros?
Não consigo entender a vossa forma de pensar futebol e o Sporting, mas aqui algo não bate certo.

Caro,

O SLB vendeu o Gonçalo, teve o presidente a tentar vender o Jimenez na China e tenta arranjar forma de despachar o Lindelof e o Semedo, isso quer dizer o quê?

O SCP está a despachar os reforços que não deram nada, precisamente por isso, porque os árbitros não deixaram estar mais perto do primeiro. Ou acha que mesmo jogando pouco ou nada, e mesmo os reforços não rendendo, com os 8/9 pts a mais ( e sou meiguinho ) na luta pelo titulo eles sairiam? Com os 8/9 pts a mais e com mais vitórias, moral e confiança os jogadores teriam a mesma atitude onde percebem que jogando bem ou mal o resultado pode estar viciado?

A saída ou não dos jogadores implica apenas um alivio na folha salarial e inicio de preparação da próxima época....claro que, tendo em atenção que WC é um dos nomes falados para sair e aparentemente a sua qualidade não é sequer discutível, pode-se estar a dar o caso de que futebol para si ser o mesmo que para mim é a plantação de batatas.

Branquear o que se está a passar só mesmo na cabeça de um lampião doente, que se recusa a reconhecer o que está errado, e todos os anos ainda sai para o Marquês para festeja a Taça da Liga oferecida, OFERECIDA, pelo Lucílio Baptista.

No entanto queria ressalvar e dar destaque à bipolaridade de quem anos e anos a fio via PdC como líder da Máfia, ou batia palmas quando a personagem dos Simpsons falava em mudar de árbitros ( e não é que tinha razão?!?! ).





Cantinho do Morais disse...

jorgen80,

como bem sabe, aqui gosto de, acima de tudo, discutir futebol. Mas mais ainda, e isso é inevitável, gosto do Sporting. Se puder juntar as duas coisas, perfeito. Assim, o que aqui se discute mais é o Futebol do Sporting.
Este ano, desde cedo, fui crítico da preparação da época, da construção do plantel (dispensas, empréstimos e contratações), da pré-época e da forma como se estava a gerir as competições (Champions, Liga e Taça da Liga).
Deixei passar Guimarães, Nacional, SLB e Braga, e o foco foi sempre centrado nas más decisões da Direcção e Treinador.
Repare que até deixei passar as más arbitragens na Champions e (a gota de água), em Setúbal. Uma vez mais, centrei-me naquilo que o Sporting devia ter feito melhor.

No entanto, até o mais totó (como eu), ou mais inocente (como o meu caro quer parecer - repare que eu não o conheço, daí o "quer parecer"), tem de admitir que, de facto, as competições têm cada vez menos de Futebol. É um negócio totalmente mentiroso.

Vir dizer-me que o segredo "é ter uma boa equipa", "experiência", "abrir os olhos", "jogar à bola", é conversa que ouço há 30 anos. Só que essa conversa, curiosamente, não vinha de adeptos do SL Benfica, vinha de adeptos do FCP (para adeptos do SL Benfica).
Paladinos da Verdade Desportiva e Estadistas ("Silenciosos") como LFV já eu vi noutro clube. Líderes da APAF ofendidos como Fontelas e V Pereira já eu vi em Pinto de Sousa, árbitros a trabalhar para o líder (António Rola) já eu vi em António Garrido, assim como árbitros altamente tendenciosos (a lista é longa) também já eu vi no passado. Nada mudou, só a cor. E se durante mais de 20 anos houve Máfia, e se hoje as práticas são as mesmas, só posso concluir que o que mudou foi a liderança, não a Máfia.

O SLB, por muito mérito que os seus treinadores e jogadores tiveram, não venceram a Taça da Liga de 2008 por isso mesmo. Não venceram a Liga de 2004 por isso mesmo, nem sequer na 1ª época de JJ onde jogavam sempre contra 10. Isso não é futebol. Futebol foi o que o Sporting jogou na época passada e isso nada lhe valeu.
Não podemos dizer os chavões que veio aqui dizer (e admito que é bem intencionado), quando, na época passada o Sporting, no jogo do título, a 10 minutos do fim podia jogar contra 10 (agressão de R. Sanches) e ainda viu um jogador seu ser expulso. Em 10 minutos, contra 10, talvez o Sporting pudesse marcar um golo, empatar e sair líder desse jogo. Olhe, isto não é "estrutura". Isto é algo que não se controla e, quer se queira quer não queira, o jogo e os clubes também estão dependentes disso.

Lucílio Baptista, Duarte Gomes e João Ferreira. O Historial destes senhores é conhecido. Um tirou a Taça da Liga, o outro uma Liga (J. Ferreira) e o outro deu um festival na Taça de Portugal de 2013/2014 (fora o record de marcar 3 penaltis numa parte contra o Vitória e oferecer o acesso ao SLB à fase seguinte por um penalti por "bola na cabeça").
Esta gente é quem, hoje manda nos árbitros. Faz sentido?
Se sim, então é porque isto é que é "Estrutura".

JG disse...

CANTINHO, assino por baixo. Sem mais.

João Paulo Rosinha disse...

http://sporting1967.blogspot.pt/

JG disse...

Cantinho estão confirmadas as dispensas de alguns - ainda poucos - inúteis que por cá custavam dinheiro e que serviram para impedir que os nossos jogadores jovens tivessem naturalmente acedido ao plantel principal.
Podence e Geraldes vão juntar-se a João Palhinha. Descobriremos rapidamente se estamos perante uma opção criteriosa ou apenas perante uma opção a contra-gosto. O Francisco Geraldes que demoliu a defesa do Benfica com um passe magistral de um único toque a isolar Dramé, não tem paralelo no plantel. Veremos se é aproveitado ou se o Míster entende que o deve deslocar para uma das alas, dentro da sua ideia de jogo. Iuri, está claro como a água, nunca terá qualquer hipótese enquanto JJ for o treinador. Não entende a ideia de jogo do treinador, ponto.
Mas na entrevista que deu recentemente JJ referiu que na próxima época irá integrar mais dois jogadores da formação. Tratar-se-á de um valor determinado, insusceptível de ser alterado, fica-se pelo menos com essa sensação. O jornalista não lhe colocou as questões óbvias. Mais dois somando aos que já vieram da formação, incluindo Palhinha, Podende e Geraldes? Porquê dois e não um. ou três, ou quatro?
JJ nesta questão da formação mostra aqui, como fez antes no rival, uma alergia total a apostar nos jovens. A menos que estes aproveitem uma nesga e cortem as vazas aos Markovics e outros craques, como aconteceu com Gelson. Infelizmente parece que estamos perante um caso clássico do aforismo popular: burro velho não aprende línguas.
Geraldes e Gauld estão perdidos num limbo entre a arrogância do Sporting e a arrogância do Vitória SClube - clube que os sportinguistas apreciam. Não haverá ninguém com dois dedos de testa que consiga juntar as partes à mesma mesa e defender os interesses dos jovens jogadores?

Cantinho do Morais disse...

JG,

o Sporting anda a brincar às pré-épocas. Brincou em Julho, brinca agora em Janeiro/Fevereiro. Entretanto 3 competições já foram ao ar e, na que resta, jogaremos para o 3º, 4º ou 5º lugar (aposto no 4º).
Vejo o regresso de Geraldes, Palhinha e Podence como algo óbvio mas, creio, num acto que serve para apaziguar as massas. Não era essa a intenção da Direcção e Equipa Técnica. Viram-se apertados e deram-nos este brinde.
Para aqueles que diziam que a presença destes jovens no plantel significava não jogarem, vejam o tempo de jogo que Palhinha já tem desde que chegou.
As ideias de JJ não vão mudar. Basta ver a insistência em Schelotto. Jogador tão banal que, bastou recuperar de lesão (mas não de forma), para tirar Esgaio da equipa. Esgaio é perfeito? Claro que não, mas é muito, mas muito melhor que aquela amostra de jogador que só conhece a linha lateral e o pé direito. Enfim...

Quanto ao caso Gauld e Geraldes: uma vergonha, uma tristeza, uma palhaçada.
Tal como Iuri, creio que esta terá sido a última temporada em que Gauld foi jogador do Sporting.

Assim sendo, apesar das mudanças e entrevistas, não posso estar confiante no futuro. Pois, mais uma vez, continuamos a ser arrogantes e não perceber que estamos sempre a errar e a nada aprender.

SL